Buscar   OK
Ceará

Publicada em 21/11/17 às 06:33h - 140 visualizações
Suspensão do atendimento no Frotinha da Parangaba gera tumulto e guarda municipal é espancado por pacientes

Ipu News


A suspensão do atendimento no Frotinha da Parangaba causou confusão na unidade de saúde e um Guarda municipal de Fortaleza, que atendeu  a ocorrência de dois pacientes que causavam tumulto, foi espancado a chutes e golpes de capacete. O agente de segurança teve afundamento de crânio e traumatismo craniano e acabou sendo encaminhado ao Instituto Doutor José Frota (IJF), Centro. O caso aconteceu no último sábado, 18.

Uma fonte ligada à Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que pediu para não ser identificada, informou que dois homens em uma motocicleta chegaram à unidade de saúde, na noite do sábado. Os dois causaram tumulto ofendendo funcionários devido a falta de atendimento. A Guarda Municipal foi acionada para conter a situação e o guarda municipal foi xingado pelos dois pacientes. O agente de segurança deu voz de prisão a dupla, que passou a efetuar golpes de capacete e chutes contra o guarda.

 De acordo com a fonte, o guarda municipal é um subinspetor e apresentava traumatismo craniano e afundamento de crânio. Os criminosos fugiram. A fonte não soube informar a idade do agente, mas relatou que ele está perto da aposentadoria. Em relação ao atendimento no hospital, a fonte revela que a emergência da unidade não está atendendo.

"Se você for de carro eles mandam voltar. Só estão atendendo quem está para morrer ou as pessoas encaminhadas pelo Samu (Serviço Móvel de Atendimento de Urgência). A máquina de cortar o gesso também segue quebrada, então todos que estão para o retorno acabam voltando", denuncia.

 A Guarda Municipal confirmou a ocorrência envolvendo o subinspetor e disse que ele passou por exames e "passa bem". Já os agressores fugiram. Conforme a Guarda Municipal, o caso foi encaminhado à Polícia e as imagens das câmeras de segurança devem ser utilizadas para apurar o caso e identificar os criminosos. A direção do hospital está acompanhando o caso.

Já a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) informou, por meio de nota, "que nenhum órgão de segurança ligado à pasta foi acionado acerca dos fatos narrados na demanda". 


O Povo




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Estatísticas
Visitas: 3402722 Usuários Online: 64


Empreendedor Destaque
88-999687855

Ipu News, fundado em 20/11/13
APP Ipu News
Rádios.com
Bate Papo

Digite seu NOME:


Ipu News

Parceiros


Copyright (c) 2018 - Ipu News - Todos os direitos reservados